Sábado, 16 de Janeiro de 2010

Ciência Descontínua

 

 

Porque razão a Ciência é descontínua?

 

Pra Kuhn a ciência é descontínua pois o desenvolvimento científico ocorre através de descontinuidades e rupturas.

Na sua teoria há a ciência normal e a ciência extraordinária. A ciência normal é o que se efectua no âmbito de um paradigma aceite pela comunidade dos seus membros consistindo numa actividade de resolução de enigmas. Esta obedece a três normas: a primeira mostra os factos mais importantes de acordo com o paradigma em vigor; a segunda mostra a relação existente entre os factos e a teoria (paradigma) e por último garantir o rigor e a precisão da teoria.

A resolução de enigmas é uma tarefa que obedece a duas condições: existir solução e respeitar as regras do paradigma, mas por vezes isso não acontece, ocorrendo o surgimento de anomalias (problemas sem solução), surgem também descobertas (novos factos) e invenções (novas teorias) o que faz com que a ciência entre em crise. Dessa mesma crise surge a ciência extraordinária. Sendo um problema sem solução só pode haver duas opções: “congelar” essa anomalia ou ajustar a anomalia ao paradigma, ou então pode surgir uma formulação de uma nova teoria com tendências paradigmáticas. Quando isto acontece, dá-se uma revolução científica, a criação de um novo paradigma que é incomensurável em relação ao anterior. Desse processo surge a nova ciência normal…

A ciência progride por ruptura e descontinuidade, porque o novo paradigma não tem nada a ver com o anterior…

publicado por filosoficamentefalando às 20:10
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Conhecimento Natura...

. Ciência Descontínua

. Estou de volta

. O Sentido da Vida e da Mo...

. A vida

. Estrutura do acto de conh...

. Conhecimento e Verdade

. O que é o conhecimento?

. Sonhos

. Liberdade

.arquivos

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Agosto 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds